segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Menina sem rima


-Ela estava cansada de contemplar sua cara de pateta patética.
-Cansada de confidenciar suas covardias e medos a espelhos que só emitem sons com repetição de gestos.
-Cansada de semblantes fechados armados até a língua de dedos apontados disparando calúnias,injúrias,conspirando suposições.
-Nuvens negras de triste céu sem verão, afundado no caos da escuridão.
-Menina sem rima, ficava acuada toda vez que voltava chorosa da terra do nunca.
-E ao se deparar com solo desencantado, degradado pela realidade impregnada de bastante fumaça que serve de cortina.
-P/ que ela não veja o buraco que cavou com os seus pés.



(Michelle Miranda Costa)

2 comentários:

kááh disse...

Magnífico!
eu me identifiquei bastante..
Obrigada pela visita! Sinta-se a vontade pra voltar, que retribuirei com o maior prazer...

beijocas

Vania disse...

Seu blog esta um mimo...
Lindinho.